alextron brasil servicos

ALEXTRON BRASIL SERVIÇOS

ENTRE EM NOSSA LOJA

twitterfacebookyoutube

callwhatsapp

" itemprop="description"/>

BLOG Alextron Brasil Serviços - Host

por Alexandre Abreu (Alextron Brasil)

Sistema operacional Linux a instalar em VPS ou Cloud Instância

Distribuições possíveis (*)

  • Joomla! 64bits
  • Debian 7 e 8 64 bits
  • Prestashop 64 bits
  • Wordpress 64bits
  • Cpanel em CentOS 6 64bits (pagamento mensal da licença)
  • Docker em Ubuntu 14.04 Server 64bits
  • Ubuntu 14.04 e 16.04 64 bits
  • Drupal 64bits
  • Centos 6 64 bits
  • Centos 7 64 bits

(*) Atenção, para VPS de testes, prazo semanal, se instalarão somente imagens como CENTOS, UBUNTU e DEBIAN, a pedido (utilize o Fale conosco da loja)

Alterar a password root num servidor VPS (Linux)

Modificação da password Root Reinicialização, do zero, da password Root (perda da password)

Este guia apresenta 2 casos de figura:

1)modificação da password Root. Significa que conhece a atual password do seu servidor VPS; 2)Reinicialização do zero da password root. Significa que perdeu a password;

Modificação da password Root

Para alterar a password de Root , é necessário:

Ligar-se através de SSH no seu servidor VPS como Root. Efetuar o comando passwd :

[root@vpsxxxxx ~]# passwd

Introduza a nova password desejada (a password não será apresentada no ecrã)

Alteração da password para o utilizador root
Nova password:
Introduza a nova password:

Será depois confirmado que a password foi alterada com sucesso:

passwd: atualização efetuada com sucesso.

Para testar a nova password e assegurar-se que tudo está Ok, basta que faça logout e novamente login a partir de SSH.

Reinicialização, do zero, da password Root (perda da password)

Para alterar a password de Root do servidor VPS através do modo de rescue dever:

Reiniciar o servidor VPS em Modo de Rescue: no seu Espaço Cliente selecione o seu servidor VPS, passe para modo 'expert' e depois clique em Reiniciar Ligar-se via SSH com os códigos de acesso Rescue recebidos por e-mail.

Num servidor VPS Cloud é preciso uma operação adicional, ou seja, é necessário montar a partição ao efetuar o seguinte comando:

[root@rescue ~]# mount /dev/vda1 /mnt

Depois, basta efetuar um chroot na partição montada:

[root@rescue ~]# chroot /mnt

É agora possível prosseguir com a alteração da password. Lançar o comando passwd:

[root@vpsxxxxx ~]# passwd

Introduza a nova password desejada (a password não será apresentada no ecrã)

Alteração da password para o utilizador root
Nova password:
Introduza a nova password:

Será depois confirmado que a password foi alterada com sucesso:

passwd: atualização efetuada com sucesso.

Para testar a nova password e assegurar-se que tudo está Ok, basta que faça logout e novamente login a partir de SSH.

Webmin é uma interface baseada na web para administração de sistemas para Unix. Usando qualquer navegador web moderno, você pode configurar contas de usuários, Apache, DNS, compartilhamento de arquivos e muito mais. O Webmin remove a necessidade de editar manualmente arquivos de configuração do Unix como / etc / passwd, e permite gerenciar um sistema a partir do console ou remotamente. Consulte a página de módulos padrão para obter uma lista de todas as funções incorporadas no Webmin.

OS CENTOS Installing the RPM

If you are using the RPM version of Webmin, first download the file from the downloads page , or run the command :

wget http://prdownloads.sourceforge.net/webadmin/webmin-1.820-1.noarch.rpm

Before downloading Webmin, you must already have Perl 5 installed on your system. Perl is usually installed as /usr/local/bin/perl or /usr/bin/perl, and comes as part of most recent versions of Linux. Install optional dependencies with :

yum -y install perl perl-Net-SSLeay openssl perl-IO-Tty

and then run the command :

rpm -U webmin-1.820-1.noarch.rpm

The rest of the install will be done automatically to the directory /usr/libexec/webmin, the administration username set to root and the password to your current root password. You should now be able to login to Webmin at the URL http://localhost:10000/. Or if accessing it remotely, replace localhost with your system's IP address. Console webmin

Blog script - HTMLy

- Postado em Blog script by

BLOG prático e de fácil instalação - também disponível no SOFTACULOUS

HTMLy is an open source databaseless blogging platform prioritizes simplicity and speed written in PHP.

https://docs.htmly.com/1

enter image description here

VESTACP - painel hosting ->>> em produção
https://vestacp.com/ enter image description here

CWP Centos Web Panel - painel hosting ->>> em produção
http://centos-webpanel.com/ enter image description here

Zpanel - painel hosting ->>> descontinuado
http://www.zpanelcp.com/enter image description here

Fonte : https://www.vivaolinux.com.br/dica/Editor-Vim-Introducao-e-trabalhando-com-Vim

MODO TEXTO - COMANDOS DE INSERÇÃO

Comando de inserção de texto:
i - insere texto antes da posição atual do cursor;
a - insere o texto depois da posição atual do cursor;
r - Substitui o texto na posição atual de onde se encontra o cursor;
A - insere o texto no final da linha onde se encontra o cursor
o - Adiciona uma linha abaixo da linha onde se encontra o cursor;
O - Adiciona uma linha acima da linha onde se encontra o cursor;
ESC muda para o modo de visualização.

MODO COMANDO - COMANDOS DE LOCALIZAÇÃO, MOVIMENTAÇÃO, ALTERAÇÃO E PARA SALVAR E SAIR DO TEXTO

Comandos para localização de texto:
/palavra - Busca pela palavra ou caractere em todo o texto;
?palavra - Move o cursor para a ocorrência anterior da palavra;
n- Repete o último comando / ou ?;
N - Repete o último comando / ou ?, na direção reversa;
Ctrl+g - Mostra o nome do arquivo, o número da linha atual e o total de linhas.

Comandos para a movimentação pelo texto:
Ctrl+f - Move o cursor para a próxima tela;
Ctrl+b - Move o cursor para a tela anterior;
H - Move o cursor para a primeira linha da tela;
M - Move o cursor para o meio da tela;
L - Move o cursor para a última linha da tela;
h - Move o cursor um caractere à esquerda;
j - Move o cursor para a próxima linha;
k - Move o cursor para linha anterior;
l - Move o cursor um caractere à direita;
w - Move o cursor para o início da próxima palavra;
W - Move o cursor para o início da próxima palavra, separadas por espaço;
b - Move o cursor para o início da palavra anterior;
B - Move o cursor para o início da palavra anterior separadas por espaço;
0(zero) - Move o cursor para o início da linha atual;
^ - Move o cursor para o primeiro caractere não branco da linha atual;
$ - Move o cursor para o final da linha atual;
nG - Move o cursor para a linha n;
:n - Move o cursor para a linha n;
gg - Move o cursor para a primeira linha do arquivo;
G - Move o cursor para a última linha do arquivo.

Comandos para alteração do texto:
x - Deleta o caractere que está sob o cursor;
dw - Deleta a palavra, da posição atual do cursor até o final;
dd - Deleta a linha atual, e copia o conteúdo para área de transferência;
D - Deleta a linha a partir da posição atual do cursor até o final;
:A,Bd - Deleta da linha A até a linha B, copia para área de transferência;
rx - Substitui o caractere sob o cursor pelo especificado em x;
u - Desfaz a última modificação;
U - Desfaz todas as modificações feitas na linha atual;
J - Une a linha corrente a próxima;
yy - ECopia 1 linha para a área de transferência;
yNy - Copia N linhas para a área de transferência;
p - Cola o conteúdo da área de transferência;
Np - Cola N vezes o conteúdo da área de transferência;
cc - Apaga o conteúdo da linha, e copia para área de transferência;
cNc - Apaga o conteúdo de N linhas, e copia para área de transferência (a partir da linha atual);
:%s/string1/string2/g - Substitui "string1" por "string2";
ndd - Deleta o conteúdo de n linhas a partir da linha atual;
nD - Deleta a linha a partir da posição atual do cursor até o fim de n linhas.

Comandos para salvar e sair:
:wq, ZZ ou :x - Salvam o arquivo e saem do editor;
:w nome_do_arquivo - Salva o arquivo corrente com o nome especificado;
:w! nome_do_arquivo - O mesmo que :w, mas forçando sobrescrita;
:q - Sai do editor;
:q! - Sai do editor sem salvar as alterações realizadas.

NOTA: Estes são comandos básicos mas muito essenciais na hora de trabalhar em modo texto com vim.

(c) Alextron Brasil Serviços - Host

Proudly powered by HTMLy